22 de out de 2010

PROGRAMAÇÃO DO CINE OLHO VIVO

Outubro/Novembro/Dezembro

22/10 - Estômago
Local: Praça do RU
Hora: 17:30

Sinopse:
Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso. Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).

Ficha Técnica:
titulo original: (Estômago)
lançamento: 2008 (Brasil) (Itália)
direção: Marcos Jorge
atores: João Miguel, Fabiula Nascimento, Babu Santana, Carlo Briani, Zeca Cenovicz
duração: 112 min
gênero: Drama
status: arquivado

29/10 - A hora da estrela
Local: Praça do RU
Hora: 17:30




Sinopse:
Macabéa, uma jovem órfa, só no mundo, aos 19 anos. Analfabeta, ingênua e virgem, vem do nordeste tentar a vida em São Paulo. O filme mostra a história do encontro patético deste ser humano com as artimanhas da cidade grande. Macabéa é tão desastrada que o tempo todo ela dói por dentro. Não sabe, como os outros, que esta dor tem de ser dissimulada por baixo das máscaras sociais. Toma aspirinas para ver se passa. Veste então as máscaras, mas não lhe caem bem.

Ficha Técnica:
Direção: Suzana Amaral
Roteiro: Suzana Amaral e Alfredo Oroz
Elenco Original:        Marcélia Cartaxo
José Dumont
Tamara Taxman
Umberto Magnani
Dirce Militello
Fernanda MontenegroGênero: Drama

05/11 - Quase dois irmãos
Local: Praça do RU
Hora: 17:30


Sinopse:
Nos anos 70, quando o país vivia sob a ditadura militar, muitos presos políticos foram levados para a Penitenciária da Ilha Grande, na costa do Rio de Janeiro. Da mesma forma como os políticos, assaltantes de bancos também estavam submetidos à Lei de Segurança Nacional. Ambos cumpriam pena na mesma galeria. O encontro entre esses dois mundos é parte importante da história da violência que o País enfrenta hoje. "Quase Dois Irmãos" mostra como essa relação se desenvolveu e o conflito estabelecido entre eles. Entre o conflito e o aprendizado, nasceu o Comando Vermelho, que mais tarde passou a dominar o tráfico de drogas.
Através de dois personagens, Miguel, um jovem intelectual de classe média preso político na Ilha Grande, e hoje deputado federal, e Jorge, filho de um sambista que de pequenos assaltos se transformou num dos líderes do Comando Vermelho, o filme tem como pano de fundo a história política do Brasil nos últimos 50 anos, contada também através da música popular, o ponto de ligação entre esses dois mundos. Hoje, começa um novo ciclo: Miguel tem uma filha adolescente, que fascinada pelas favelas e pela transgressão, se envolve com um jovem traficante.

Ficha Técnica:
Produção: Taiga Filmes
Co-produção: Ceneca Prodcciones (Chile) E ts Productions (FRANÇA)
Diretor de fotografia: Jacob Solitrenick
Produção executiva: Ailton Franco Jr. e Branca Murat
Roteiro: Lúcia Murat e Paulo Lins
Montagem: Mair Tavares
Edição de som: Simone Petrillo
Som direto: Silvio da Rhin
Mixagem: Emanuel Croset
Música: Naná Vasconcelos

12/11 - A negação do Brasil 
Local: Praça do RU
Hora: 17:30


Sinopse:
Tabus, preconceitos e estereótipos raciais são discutidos a partir da história das lutas dos atores negros pelo reconhecimento de sua importância na história da telenovela ? o produto de maior audiência no horário nobre da TV brasileira. O diretor, baseado em suas memórias e em pesquisas, analisa as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros.

Ficha Técnica:
Direção: Joel Zito Araújo
Roteiro: Joel Zito Araújo
Empresa(s) Co-produtora(s): Casa de Criação
Produção Executiva: Joel Zito Araújo
Direção de Produção: Joel Zito Araújo
Direção Fotografia: Adrian Cooper e Cleumo Segond
Fotografia de Cena: Não
Montagem/Edição: Joel Zito Araújo e Adrian Cooper
Técnico de Som Direto: Toninho Murici
Edição Som: Equipe Estúdios Mega
Mixagem: Equipe Estúdios Mega
Trilha Musical: Não
Trilha Original: Não

19/11 - Cafundó
Local: Praça do RU
Hora: 17:30


Sinopse:
Inspirado em um personagem real das senzalas do século XIX, João de Camargo é tropeiro e ex-escravo, deslumbrado com o mundo em transformação e desesperado para viver nele. Derrotado, ele se abandona nos braços da inspiração, alucina, ilumina-se, é capaz de ver Deus. Uma visão em que se misturam a magia de suas raízes negras com a glória da civilização judaico-cristã. Sua missão é ajudar o próximo. Ele se crê capaz de curar, e acaba curando. O triunfo da loucura da fé. Sua morte, nos anos 1940, transforma-o numa das lendas que ajudaram a forjar a alma brasileira.

Ficha Técnica:
Direção: Clóvis Bueno e PAULO BETTI
Roteiro: Clóvis Bueno
Direção de Atores: Paulo Betti e Clovis Bueno
Assistente de Direção: Cesar Rodrigues
Continuísta: Fernanda Luz
Elenco: Lázaro Ramos, Leona Cavalli, Leandro Firmino, Valéria Monã, Alexandre Rodrigues, Luis Melo, Chica Lopes, Flávio Bauraqui,

26/11 - Uma noite em 67
Local: Praça do RU
Hora: 17:30




Sinopse:
Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, em 21 de outubro de 1967. Entre os candidatos que disputavam os principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil com os Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista da célebre quebra da viola no palco e lançado para a platéia, depois das vaias para “Beto Bom de Bola”. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas como “Roda Viva”, “Alegria Alegria”, “Domingo no Parque” e “Ponteio”, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos até hoje no cenário musical brasileiro. (RC)

Ficha Técnica:
Titulo Original: Uma Noite em 67
Lançameto: 2010 (Brasil)
Direção: Renato Terra, Ricardo Calil
Atores: Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil, Edu Lobo e Roberto Carlos
Duração: 93’
Gênero: Documentário
Status: em cartaz

03/12 - Mary e Max
Local: Praça do RU
Hora: 17:30


Sinopse:
Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle (voz de Toni Collette), uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz (voz de Philip Seymour Hoffman), um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York. Alcançando 20 anos e 2 continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais.

Ficha Técnica:
Gênero: Animação
Distribuidora: Playarte
Ano: 2009
Origem/Clasificação do Filme: Cinema Norte – Americano
Direção: Adam Elliot
Roteiro: Adam Elliot
Duração do Filme: 78’

_____

SERVIÇO  
Cine OLHO VIVO
Filmes: Estômago;  A hora da Estrela; Quase dois irmãos; A negação do Brasil; Cafundó; Uma noite em 67; Mari & MaxLocal: Praça do R.U.
Data: (sextas) 22/10 - 29/10 - 05/11 - 12/11 - 19/11 - 26/11 - 03/12 Horário: 17:30
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila

5 de out de 2010

Sessão OLHO VIVO especial Dia das crianças: UP – Altas Aventuras

08/10 à Sessão Especial dia das Crianças para o CAIC/UFAL
Local: Auditório do CSAU
Hora: 14h
Sinopse:
Carl Fredricksen (Edward Asner) é um vendedor de balões que, aos 78 anos, está prestes a perder a casa em que sempre viveu com sua esposa, a falecida Ellie. O terreno onde a casa fica localizada interessa a um empresário, que deseja construir no local um edifício. Após um incidente em que acerta um homem com sua bengala, Carl é considerado uma ameaça pública e forçado a ser internado em um asilo. Para evitar que isto aconteça, ele enche milhares de balões em sua casa, fazendo com que ela levante vôo. O objetivo de Carl é viajar para uma floresta na América do Sul, um local onde ele e Ellie sempre desejaram morar. Só que, após o início da aventura, ele descobre que seu pior pesadelo embarcou junto: Russell (Jordan Nagai), um menino de 8 anos.
Ficha Técnica:
titulo original: (Up)
lançamento: 2009 (EUA)
direção: Pete Docter
atores: Edward Asner, Chico Anysio, Christopher Plummer, Jordan Nagai, Bob Peterson.
duração: 96 min
gênero: Animação
status: arquivado



SERVIÇO  
Cine OLHO VIVO
Filme: UP - Altas Aventuras
Local: Auditório do CSAU
Data: 08/10 (sexta)
Horário: 14h
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila

31 de ago de 2010

Cine OLHO VIVO exibirá o Filme "Modigliane: Paixão pela Vida" - 123' - 18:30

O Cine OLHO VIVO realizará, como atividade de encerramento das atividades de inauguração da Tenda da Cultura Estudantil, o Filme "Modigliane - Paixão pela Vida" com Ande Garcia.  
Nossa intenção durante o mês de Agosto foi realizar um debate sobre as Artes e sua ligação com o cinema. Percebendo a capacidade do cinema em reunir todas as artes de forma poética e lúdica. Iniciamos com a exibição de "O Garoto - Charles Chaplin" dia 06/08 e encerraremos nesta sexta, dia 03 de Setembro, com a realização de  um dia de cinema. Com atividades diversas desde às 9h finalizando com a exibição de Modigliane na Tenda da Cultura Estudantil
Programação do Dia 03/09 (Sexta)

"UM DIA DE CINEMA"
9h- Oficinas do Projeto Cine OLHO VIVO Local: COS/UFAL e Tenda da Cultura Estudantil

01-   Fotografia:
Raul Spinassé - Cine OLHO VIVO
02-   Como montar um Cine Clube?:
Nataska Conrado - Tela Tudo / Cine Ideário e
Lis Paim Representante de Alagoas no CNC – Conselho Nacional de CineClubes do Brasil
03-   História do Cinema:
Almir Guilhermino Profº. de Cinema/UFAL

14h- Festival do Minuto (Sesc) exibição e debates de curtas;
Local: Tenda da Cultura Estudantil

15h - Mesa Redonda: "Cineclube: Um Instrumento de mobilização Social"
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Sério Onofre – Cine Arte Popular/Programadora Brasil
Stephanne Rose Ávila Rocha – Cine Arte Popular
Nataska Conrado – Cine Ideário/Cine Tela Tudo

18:30 - Sessão do Cine Olho VIVO com o Filme: "Modigliane" - 123'


SINOPSE
Estamos em 1919. A Grande Guerra acabou e a vida nocturna em Paris está cheia de paixão escura e obsessão descontrolada. No café Rotonde, o refúgio dos artistas, encontramos uma mesa, como qualquer outra na história: Picasso, Rivera, Stein, Cocteau, Soutine, Utrila e Modigliani.
Esta é a história da rivalidade entre Modigliani (Ande Garcia) e Picasso (Omid Djalili). Dois Homens cuja inveja um do outro é alimentada pelos seus brilhos, arrogâncias e paixões.
É também a história da maior tragédia amorosa na história da arte. Jeanine Hebuterne (Elsa Zylberstein) era uma jovem e bonita rapariga católica, cuja única falha, segundo seu pai, foi apaixonar-se por Modigliani, um judeu.
O pai de Jeanine envia secretamente para um convento num lugar longínquo o seu filho e de Modigliani.
Ao mesmo tempo, Paris prepara-se para a competição anual de Arte. O prémio é dinheiro e uma sólida carreira. Até este momento Picasso e Modigliani nunca concorreram porque eram Picasso e Modigliani. Mas agora Modigliani e Jeanine tém de salvar o seu filho. Bêbado e com raiva, Modigliani inscreve-se na competição. Face a isto Picasso inscreve-se também. Paris torna-se frenética de excitação! 

SERVIÇO  
Cine OLHO VIVO
Filme: Modigliane - Paixão pela Vida
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Data: 03/09 (Terça)
Horário: 18:30
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila 

24 de ago de 2010

Cine OLHO VIVO exibirá o Documentário "Treme Terra" 25/08 (Quarta)

O Cine OLHO VIVO em parceria com o Coletivo AfroCaeté irá participar da abertura do seminário "Múltiplos Olhares sobre a Cultura Popular e AfroAlagoana: gestão, políticas públicas e o fazer cultural em Alagoas." O seminário tem a particularidade de ser construído pelos grupos periféricos que desenvolvem atividades culturais no Estado de Alagoas, e terá o formato itinerante, passando pelos bairros onde os grupos desenvolvem suas atividades. Este formato possibilitará aos seminaristas conhecerem as atividades culturais desenvolvidas no Bom Parto - Quintal Cultural; no Vergel - Liga de Folguedos da Zona Sul; no Jacintnho - CEPA/Quilombo; no São Jorge - Palácio de Airá. 
O Cine OLHO VIVO foi convidado a realizar a atividade cultural da abertura. Vamos exibir o Documentário "TREME TERRA" sobre o Mestre Benom, Mestre de Guerreiro de Bairro de Bebedouro.
Segue Abaixo a programação de quarta dia 25 de Agosoto, para conferir a programação completa do Seminário veja o blog: www.multiplosolharesalagoas.blogspot.com

Programação Dia 25 de Agosto - Quarta-feira – 13h00

Local: Universidade Federal de Alagoas - UFAL (Tabuleiro dos Martins. Tenda Cultura, ao lado da biblioteca). Informação: 88014265/88781465

Exposição Fotográfica Produção Cultural Popular em Maceió

Abertura do seminário com a presença do Secretário de Estado da Cultura Osvaldo Viégas, Catarina Labouré e membros da Articulação pela Cultura Popular e Afro Alagoana

Mesa:
Políticas Públicas e Desenvolvimento Cultural: Socializando Experiências

Conferencistas:
Clébio Araújo (Historiador/Uneal). Debatedores: Pai Célio Rodrigues (Casa de Iemanjá/Ponto de Cultura Quilombo Cultural dos Orixás); Denis Costa (CEPA Quilombo); Cadu Ávila (Coletivo AfroCaeté)

Atividade Cultural: Cine OLHO VIVO (Mestre Benom: O Treme Terra, de Celso Brandão e Nicolle Freire)

SERVIÇO Cine OLHO VIVO
Filme: Documetário Treme Terra - Celso Brandão e Nicolle Freire
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Data: 25/08 (Terça)
Horário: 16:00
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila 

23 de ago de 2010

Cine OLHO VIVO exibirá o Documentário "1912 - O Quebra de Xangô" 24/08 (Terça)


Nesta terça, 24 de Agosto, na Tenda da Cultura Estudantil o Cine OLHO VIVO exibirá o documentário "1912 - O Quebra de Xangô", de Siloé Amorim, que relata a perseguição aos terreiros de religião afroalagoana por motivações políticas e de intolerância religiosa no referido ano. Além  da exibição nós organizamos um mesa para o debate com Joabson Santos (Jornalista/UFAL) responsável pela produção executiva do Documentário e Carlos Martins (Ciêntista Social/UFAL) desenvolve estudos sobre o movimento negro e o estado na atualidade alagoana.


SINOPSE
O documentário 1912 - O Quebra de Xangô, do antropólogo Siolé Amorim, nos mostra por meios de relatos, sobre tudo de estudiosos da religião afro-braleira, pais e mães-de-santo e de frequentadores, um episódio violento e que marcou profundamente Alagoas naquele período e que ainda traz consequências em nosso cotidiano, quer seja na forma de manifestação religiosa ou cultural. A condução das falas dos entrevistados foi uma preocupação constante na edição do material bruto, que somou mais de 700 horas de gravação; o outros do roteiro premiado no DocTv Alagoas em Cena 2006 o melhor de suas imagens captadas nos terreiros, nas externas e  nas entrevistas feitas em Maceió e em diversos municípios de Alagoas e em Olinda - PE, onde reside o Sr. Ciro Malta, o último filho do ex-governador de Alagoas, Euclides Malta. O manuseio, preocupação e trato com as imagens, comunica o olhar do antropólogo e do fotógrafo que atento aos gestos e sons emitidos nos terreiros, nos set's de filmagem, preocupação esta que fez a última cena ser rodada duas vezes. Ao final é só apagar as luzes e iniciar a exibição e ao acender das mesmas os debates poderão ser criados em ambientes diversos. 
Joabson Santos (Produtor Executivo)



O QUEBRA
O anoitecer do dia 1o de fevereiro de 1912 encontrou Maceió, capital de alagoas, animada com os preparativos dos estejos de momo.Os eventos políticos e sociais dos últimos meses haviam transformado a capital do estado. Desde a deserção dos praças da força pública no mês de janeiro, o aumento da violência contra as repartições públicas e das personalidades políticas alinhadas com o mandato anterior e a fuga do governador Euclides Malta para Recife. 
A aglomeração e balburdias não eram estranhas, com as proximidades do carnaval, a Rua dos Sopapos no  311, no bairro da Levada, residência do Sr Manuel Luiz da Paz, sede da liga dos republicanos combatentes fundada no mês de dezembro de 1911 e onde eram realizados os ensaios do tradicional Clube dos Morcegos, presença constante nos carnavais de Maceió desde o início daquele século. 
Porém naquele dia o motivo era menos festivo, após a aglomeração na sede da liga a turba partiu para o terreiro do candomblé de Chico Foguinho, cujos seguidores foram surpreendidos no auge da cerimônia religiosa a Oxum, deusas das água, alguns deles ainda com o santo na cabeça. A multidão enfurecida entrou porta adentro quebrando tudo que encontrava pela frente, fazendo jus àdeterminação do líder, Manuel Luiz da Paz, e batendo nos filhos de santo que se demoraram na fuga.  
A Tia Marcellina havia ofertado a coroa de Dada, espírito da justiça, aos mais importantes babalorixás de alagoas. Ela havia recebido a coroa ainda na África, local de seu nascimento. A Turba, capitaneada por seu líder, facilmente identificado por suas muletas, seguiu ainda para os demais terreiros e casas de culto afro de Maceió. O ataque continuou por toda Alagoas nos dias seguintes.  No dia 02 de fevereiro de 1912, as autoridades locais empossadas em Alagoas autorizam a invasão e destruição dos terreiros de religiões afro no estado, num violento episodio de perseguição aos pais e mães de santo que entrou para a história. Tia Marcellina morreu logo após o episódio. 
Os poucos terrereiros Nagôs, Minas e Ioruba sobreviventes passaram a cultuar em silêncio, sem tambores e sem oferendas públicas.

SERVIÇO 
Cine OLHO VIVO
Filme: Documetário 1912 - O Quebra de Xangô - Siloé Amorim
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Data: 24/08 (Terça)
Horário: 16:45
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila 

Programação do Cine OLHO VIVO na Inauguração da Tenda da Cultura Estudantil

Dia 24/08 (Terça-Feira)
Exibição do Documentário "1912 - O Quebra de Xangô"
Debatedores: Joabson Santos - Produtor Executivo do Documentário e Carlos Martins - Cientista Social/UFAL
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Hora: 16:45

Dia 25/08 (Quarta-Feira)
Exibição do Documentário "Treme Terra"
Debatedora: Nicolle Freire
Local: Tenda da Cultura Estudantil
Hora: 16h

Dia 03/09 (Sexta-Feira) 
"UM DIA DE CINEMA"

9h- Oficinas do Projeto Cine OLHO VIVO (Fotografia; Como montar um Cine Clube; História do Cinema);
Local: COS (exeto a de fotografia que será  na tenda)
14h- Festival do Minuto (Sesc) exibição e debates de curtas;
Local: Tenda da Cultura Estudantil
15h - Mesa Redonda: "Cineclube: Um Instrumento de mobilização Social"
Local: Tenda da Cultura Estudantil
18:30 - Sessão do Cine Olho VIVO com o Filme: "Modigliane" - 123'
SINOPSE
Estamos em 1919. A Grande Guerra acabou e a vida nocturna em Paris está cheia de paixão escura e obsessão descontrolada. No café Rotonde, o refúgio dos artistas, encontramos uma mesa, como qualquer outra na história: Picasso, Rivera, Stein, Cocteau, Soutine, Utrila e Modigliani.
Esta é a história da rivalidade entre Modigliani (Ande Garcia) e Picasso (Omid Djalili). Dois Homens cuja inveja um do outro é alimentada pelos seus brilhos, arrogâncias e paixões.
É também a história da maior tragédia amorosa na história da arte. Jeanine Hebuterne (Elsa Zylberstein) era uma jovem e bonita rapariga católica, cuja única falha, segundo seu pai, foi apaixonar-se por Modigliani, um judeu.
O pai de Jeanine envia secretamente para um convento num lugar longínquo o seu filho e de Modigliani.
Ao mesmo tempo, Paris prepara-se para a competição anual de Arte. O prémio é dinheiro e uma sólida carreira. Até este momento Picasso e Modigliani nunca concorreram porque eram Picasso e Modigliani. Mas agora Modigliani e Jeanine tém de salvar o seu filho. Bêbado e com raiva, Modigliani inscreve-se na competição. Face a isto Picasso inscreve-se também. Paris torna-se frenética de excitação!


Fonte: http://www.dvdpt.com/m/modigliani.php
Local: Tenda da Cultura Estudantil

19 de ago de 2010

Cine OLHO VIVO discutirá ARTE em Agosto

"O GAROTO" de Charles Chaplin na Praça do R.U. da UFAL.

Nesta sexta, dia 20 de agosto, o Cine OHO VIVO inicia suas atividades em conjunto com a inauguração da Tenda da Cultura Estudantil, para tanto, estamos trazendo a temática no mês de agosto da Arte como expressão humana de extrema sensibilidade. Iniciaremos nossas atividades com um grande clássico do cinema mundial: "O Garoto" de Charles Chaplin. Filme que encanta pela poesia e sensibilidade que esse gênio do cinema conseguia expressar nas telas em preto e branco do cinema mudo.

A sessão está marcada para às 17:30, na praça do R.U., é gratuita, e faz parte do projeto Cine OLHO VIVO que é desenvolvido por estudantes de graduação da UFAL em conjunto com a PROEST.

Sinopse
Uma mãe solteira deixa um hospital de caridade com seu filho recém-nascido. A mãe percebe que ela não pode dar para seu filho todo o cuidado que ele precisa, assim ela prende um bilhete junto a criança, pedindo que quem o achar cuide e ame o seu bebê, e o deixa no banco de traz de um luxuoso carro. Entretanto, o veículo é roubado por dois ladrões, que quando descobrem o bebê o abandonam no fundo de uma ruela. Sem saber de nada o vagabundo faz o seu passeio matinal e encontra o bebê. Inicialmente ele quer se livrar da criança, mas diversos fatores sempre o impedem e gradativamente ele passa a amá-lo. Paralelamente a mãe se arrepende e tanta reencontrar o seu filho, mas quando descobre que o carro foi roubado tem um choque, pois muito provavelmente ela nunca mais verá sua criança.

Elenco
Charles Chaplin (Vagabundo)
Edna Purviance (Mãe)
Jackie Coogan (Garoto)
Baby Hathaway (Garoto - Bebê)
Carl Miller (Artisita)
Granville Redmond (Amigo)
Tom Wilson (Policial)
May White (Esposa do Policial)

Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/garoto

SERVIÇO
Cine OLHO VIVO
Filme: O Garoto - Charles Chaplin
Local: UFAL (Praça do R.U.)
Data: 20/08 (Sexta)
Horário: 17:30
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82) 8869-9182 CADU Ávila

6 de ago de 2010

Cine Olho Vivo faz sua primeira exibição deste segundo semestre


A UFAL, nesta sexta (05/08), às 17h, recebe mais uma exibição do “Projeto Cine Olho Vivo”. O grupo de estudantes, que promove cinema e debate na praça de convivência que fica localizada ao lado do Restaurante Universitário (RU), traz mais um presente para os amantes do cinema brasileiro.

Serão exibidos um curta e um longa gratuitamente e cada e cada exibição é seguida de um pequeno debate sobre as temáticas abordadas pelos filmes.

Os filmes exibidos essa semana serão:

Vida Maria é um curta-metragem brasileiro criado por Marcio Ramos em 2006, baseado na vida dos nordestinos, em especial do Ceará, lugar onde foi criado o filme.

Sinopse: Maia José necessita deixar seus estudos e seus sonhos para trabalhar. Morando no sertão do Ceará, sem perspectiva de uma vida melhor, cresce, casa, tem vários filhos e envelhece. Nesse tempo passa toda sua rotina de vida para sua filha Lurdes, que vai como a mãe continuar a vida no sertão..

Tapete Vermelho é um filme brasileiro de 2006 do gênero comédia, com roteiro deRosa Nepomuceno e direção de Luiz Alberto Pereira.

sinopse: Quinzinho (Matheus Nachtergaele) mora em uma roça bem distante de qualquer cidade grande. Decidido a cumprir uma promessa, ele decide levar seu filho Neco (Vinícius Miranda), de 9 anos, para assistir a um filme estrelado por Mazzaropi em uma sala de cinema, assim como fez seu pai quando era garoto. Desejando cumprir a promessa a qualquer custo, Quinzinho, sua esposa Zulmira (Gorete Milagres), Neco e o burro Policarpo viajam pelas cidades em busca de um cinema que possa exibir o filme.
--


Projeto Cinema OLHO VIVO
BLOG: www.cineolhovivo.blogspot.com
E-mail: cineolhovivo@gmail.com

17 de jun de 2010

Terceira exibição traz filmes premiados para o debate



A Ufal, nesta sexta (18/06), às 17h, recebe mais uma exibição do “Projeto Cine Olho Vivo”. O grupo de estudantes, que promove cinema e debate na praça de convivência que fica localizada ao lado do Restaurante Universitário (RU), traz mais um presente para os amantes do cinema brasileiro.

Seguindo o cronograma dos últimos eventos, dois filmes serão exibidos gratuitamente. A Canga, curta dirigido por Marcos Vilar e ganhador de diversos prêmios, abre a noite e prepara o terreno para Amarelo Manga, longa metragem pernambucano que carrega atuações maravilhosas e traz uma temática intensa e questionadora. Quem gosta de cinema não pode perder mais uma exibição do Cine Olho Vivo, que vem surpreendendo pelos filmes exibidos e os debates instigantes gerados pelo público antenado que comparece com grande entusiasmo.

Diferente da sexta passada, onde a exibição aconteceu na Tenda Cultural por conta da chuva, o Projeto espera realizar a exibição na Praça do RU independente do tempo instável. O grupo corre para proteger o público da chuva costumeira nesta época do ano e conseguiu algumas barracas. “Estamos pedindo apoio para garantir o projeto na praça”, comenta animado Cadu Ávila, estudante que faz parte do grupo.

SERVIÇO
Cine Olho Vivo
Filmes: A Canga e Amarelo Manga
Local: Ufal (Praça do Restaurante Universitário)
Data: 18 de junho (sexta-feira)
Horário: 17h
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82)8869.9182 Cadu Ávila

9 de jun de 2010

Segunda exibição acontece nessa sexta

Dando continuidade as exibições no Campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) o Projeto “Cine Olho Vivo” promove nesta sexta (11/04) uma noite recheada de filmes bacanas. Com os filmes Vida Maria e Narradores de Javé o grupo abre a série de exibições do mês de junho e julho concretizando o ciclo do primeiro semestre do projeto em parceria com a Pró-Reitoria Estudantil (Proest). O evento que ocorre na pracinha do Restaurante Universitário (RU) está marcado para começar às 17h.

A expectativa dos estudantes é que a segunda exibição tenha o mesmo sucesso da atividade anterior. Segundo o grupo que organiza a exibição a expectativa é que mais de 50 estudantes compareçam aos filmes que possuem a temática social no seu enredo. “Acho que vai gerar bons debates nesta próxima sexta, os filmes são brasileiros e carregam histórias parecidas com as vidas dos estudantes”, salienta Raul Spinassé, integrante do grupo.

O projeto, que é gratuito, acontece quinzenalmente. “Sexta passada não aconteceu por conta do feriado e da chuva”, explica o grupo que transferiu a exibição para essa sexta. O projeto programa ainda mais duas exibições para esse semestre nos dias 18 de junho e 2 de julho que acontecem no mesmo horário. Para conseguir mais informações é só entrar no blog do projeto ou ligar para o telefone de contato.


SERVIÇO
Cine Olho Vivo
Filmes: Vida Maria e Narradores de Javé
Local: Ufal (Praça do Restaurante Universitário)
Data: 11 de junho (sexta-feira)
Horário: 17h
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82)8869.9182 Cadu Ávila

24 de mai de 2010

Primeira exibição do Projeto promoveu mudança de forma positiva na rotina dos estudantes

O céu cheio de estrelas e o clima animado do Ambiente acadêmico da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) foram o cenário da primeira exibição do Projeto “Cine Olho Vivo” que aconteceu nesta sexta-feira (21/05). Com os rostos iluminados pela luz do projetor cinematográfico, os participantes puderam assistir aos filmes brasileiros “O crime da Imagem” e “Cinema, Aspirinas e Urubus” e debater sobre questões pertinentes no cenário social brasileiro.

“O que vai acontecer aqui na pracinha?”, se perguntavam as pessoas que passavam em frente ao local das exibições e nunca tinham presenciado a utilização do espaço, conhecido como pracinha do RU, para tal realização. Utilizada para conversas e encontros animados, a Praça foi adaptada com a tela branca e as cadeiras para a projeção que contou com um público grande para o projeto que acabara de começar. “Esse local é muito bom para exibições. A ideia de transferir as exibições do ‘Cine Olho Vivo’ para futura Tenda Cultural da Ufal deve ser repensada” afirmou a Professora Ruth que contribui para a realização das exibições.

O filme “O Crime da Imagem”, curta metragem pernambucano que fala sobre a vida “sagrada” e “profana” de Antônio Conselheiro, abriu a conversa da noite, que foi alimentada pelos comentários regados de questionamentos sobre os modelos sociais existentes e a construção de estruturas marcadas pela desigualdade social e o baixo nível de acesso aos bens comuns. O último filme da exibição,“Cinema, Aspirinas e Urubus”, longa marcado pela fotografia amarelada e bem feita, também enriqueceu o debate, finalizando a programação do primeiro encontro.

“Gostei muito da atividade, estava cheia de gente. Se o primeiro foi assim, o restante vai ser muito melhor”, comentou animada Elaine Gonzaga, estudante de Comunicação que passou rapidamente pelo espaço, mas ficou feliz com a iniciativa do projeto.

O coletivo, que pretende manter as projeções nas sextas em um periodo quinzenal, realiza sua proxima atividade no dia 4 de junho, às 17h, com os filmes “Vida Maria” e “Narradores de Javé”.

18 de mai de 2010

Ufal Recebe a primeira exibição do Projeto Cine Olho Vivo




O cinema, importante instrumento de transformação social, ganha projeção dentro da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) nesta sexta-feira (21), a partir das 17h, com a primeira exibição do Projeto “Cine Olho Vivo”. O coletivo, selecionado pelo programa de Vivência de Artes na Ufal realizado pela Pro-Reitoria Estudantil (Proest), inicia suas atividades com os filmes brasileiros “O crime da Imagem” e “Cinema, Aspirinas e Urubus”.



As exibições, gratuitas, acontecem dentro do Campus AC. Simões, na praça de convivência localizada ao lado do Restaurante Universitário (RU), por possuir amplo espaço e ser aberta, proporcionando assim um clima agradável para os debates e a participação de todos.



“Nossa vontade é que nós, estudantes, tenhamos mais contato com os filmes que possuem um caráter mais crítico, tentando unir o cinema a formação acadêmica dentro da Universidade”, explica Carlos Eduardo Ávila, estudante de Ciências Sociais. Segundo o grupo, os filmes inseridos nas programações são escolhidos através de consultas e precisam ter os direitos de exibição garantidos. “Procuramos parcerias para conquistar a exibição sem problemas”, salienta o grupo, que firmou parceria com Cine ArtPouplar, Sesc, SESI e Programadora Brasil.



Sinopse dos Filmes



O Crime da Imagem. Viagem simulada por um sertanejo desconfiado da fidelidade da esposa tem desfecho trágico. Episódio lendário sobre Antônio Conselheiro, antes de se tornar um líder político-místico-religioso.



Cinema, aspirinas e Urubus. 1942. No meio do sertão nordestino, dois homens se encontram: Johann, um alemão que fugiu da Guerra, e Ranulpho, um brasileiro que quer escapar da seca que assola a região. Viajando de povoado em povoado, eles exibem filmes para pessoas que já haviam conhecido o cinema, para vender um remédio “milagroso”. Continuando a cruzar as estradas empoeiradas de um sertão arcaico, eles buscam novos horizontes em suas vidas. Nesta jornada, os dois aprendem a respeitar as diferenças e surge entre eles uma amizade incomum, mas que marcará suas vidas para sempre



SERVIÇO



Cine Olho Vivo
Filmes: O crime da Imagem e Cinema, Aspirinas e Urubus
Local: Ufal (Praça do Restaurante Universitário)
Data: 21 de maio (sexta-feira)
Horário: 17h
Ingressos: GRATUITO
Mais informações: (82)8869.9182 Cadu Ávila